Pesquisar neste blog

Carregando...

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

OS SÍMBOLOS DO ESTADO DA PARAÍBA


OS SÍMBOLOS DO ESTADO DA PARAÍBA
O BRASÃO da Paraíba foi oficializado pelo Presidente do Estado, Castro Pinto (1912-1915). Ele e usado como timbre nos papéis oficiais. Apresenta três ângulos na parte superior e um na parte inferior, contendo 15 estrelas que representam a divisão em Comarcas. No alto, ha uma estrela maior com um barrete frígio, significando liberdade.No interior do escudo, há duas paisagens: uma representando um trecho do Litoral com o Sol nascente, e outra, um campo de criação com um pastor,numa alusão ao Sertão. Circundando-o, encontra-se uma ramagem de cana-de-açúcar a esquerda, e direita, uma de algodão que se entrelaçam: no ponto da fusão, ha um laço vermelho, numa faixa onde se Iê - de Agosto de 1585, data oficial dafunda9ao da Paraíba.
A BANDEIRA paraibana apresenta a palavra NEGO escrita em letras brancas sobre fundo rubro-negro, onde o vermelho ocupa dois terços do espaço e o preto um terço do lado do mastro. A palavra NEGO significou a retirada do apoio ao presidente Washington Luís que queria Julio Prestes para seu sucessor João Pessoa preferiu unir-se a Getulio Vargas. Esta bandeira foi adotada, depois de uma grande campanha, por ato da Assembléia Legislativa, em 25 de setembro de 1930.
O HINO do Estado da Paraíba foi adotado por Decreto de 2 de março de 1979, que diz:
"Art. 1-Fica adotado como Hino Oficial do Estado da Paraíba, a composição do maestro ABDON FELINTO MILANEZ e letra de FRANCISCO AURELIO FIGUEIREDO EMELO."
Salve, ó berço do heroísmo,
Paraíba terra amada.
Via-Láctea do civismo,
Sob o Céu do Amor traçada!
No famoso diadema
Que a Pátria afronte aclara,
Pode haver mais ampla gema:
Não há Perola mais rara!
Quando repelindo o assalto
Do estrangeiro, combatias,
Teu valor brilhou tão alto
Que uma estrela -parecias!
Tens um passado de gl6ria,
Tens um presente sem ja9a:
Do Porvir canta a vitória
e, ao teu gesto - a Luz se faça!
Salve, ó berço do heroísmo,
Paraíba, terra amada.
Via-Iáctea do civismo,
Sob o Céu do Amor traçada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário