Pesquisar neste blog

terça-feira, 15 de março de 2011

Explicações para o terremoto do Japão

Explicações para o terremoto do Japão

A Crosta terrestre está dividida em placas tectônicas de espessura média de 150 Km que flutuam sobre um substrato pastoso: a astenosfera.
As seis maiores placas tectônicas são: Américana, do Pacífico, Antártica, Indo-Australiana, Euro-Asiática e Africna. Existem outras menores como a de Nazca, do Caribe, da Anatólia, de Cocos, da Grécia, das Filipinas, de Sonda, da Birmânia e outras.
Como o Japão fica entre três placas tectônicas a intensidade de terremotos e vulcões é grande. O japão fica entre a placa Euro-Asiática, Placa das Filipinas e Placa do Pacífico. Este terremoto de magnitude 8,9 que atinge o Japão está entre os maiores da história.
O Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS) elevou de 8,9 para 9 graus a magnitude do terremoto que atingiu o Japão na sexta-feira.
Com isso, o tremor passa de sétimo para quarto na lista dos mais fortes registrados em todo o mundo desde 1900. Segundo o USGS, é comum que a magnitude de um terremoto seja reavaliada após a análise de novos dados.
Segundo informações do Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), o mais forte terremoto da história ocorreu em 22 de maio de 1960, em Valdívia (Chile), com magnitude 9,5.
Este tremor matou 2 mil pessoas e provocou um maremoto com ondas de até 10 metros. As ondas apagaram do mapa cidades inteiras na costa chilena e fizeram vítimas também em outros países banhados pelo Oceano Pacífico.
O segundo maior terremoto já registrado ocorreu no Alasca (EUA), em 27 de março 1964: um abalo de magnitude 9,2 fez 15 vítimas fatais e gerou um tsunami que matou outras 128 pessoas. Seu epicentro foi na região de Prince William Sound, no sul do Alasca.
A ilha de Sumatra, na Indonésia, registrou em 26 de dezembro de 2004 um terremoto de magnitude 9,1, causando um tsunami que matou 230 mil pessoas em 14 países da região. O tremor ocorreu a 30 quilômetros de profundidade no Oceano Índico. Também de magnitude 9,0, assim como o tremor do Japão, dois grandes terremotos abalaram a região de Arica, fronteira entre Peru e Chile, em 13 de agosto de 1868. Diversas cidades foram afetadas pelas ondas causadas pelo tremor, que vitimou cerca de 25 mil pessoas
O Brasil apresenta uma certa estabilidade tectônica porque está sobreposto em uma placa tectônica chamada de Placa Sul-americana.

2 comentários:

  1. nOssa, esse texto é muiiitO bom ?

    ResponderExcluir
  2. gostei dos exclarecimentos, muito bom.

    ResponderExcluir